terça-feira, 11 de maio de 2010

Um pequeno milagre


Ela era rara por ali.Enquanto descia, o vento jogava de um lado prar o outro e trazia com ele graozinhos de areia que a atravessavam, trazendo uma estranha sensação.
Desde lá de cima, ela reparou que o lugar era árido e trsite.A falta de vida, o insistente barulho do vento mostravam que ali não era um lugar para alguém como ela.Mas, quando estava mais perto, percebeu um pequeno e frágil brotinho.Excluído e desolado, ele clamava por alguém.Alguém que pudesse estar ali com ele, salvá-lo daquele lugar.
Ela mirou cair em cima dele.Sabia que, naquele lugar seco, estranhamente reconfortante, não duraria muito tempo - evaporaria logo - e não conseguiria estar ali com ele, faze-lo feliz.Porém sabia que daria àquele brotinho algumas horas de vida a mais.
A pequena gota de chuva pingou em cima de uma amoreira cuja semente, trazida por um viajante, caíra por acaso.

2 afogaram seus delírios junto comigo:

thiagauns disse...

Que lindo, o jeito como você detalha, cada fato.
Eu gostei *-*
Um beijo.

mente inconstante disse...

Criativo! :)